Dedicatória


Fonte: http://www.saeditora.com.br/demoto.htm 

08 Julho 2006
Dedicatória

Meu filho Gabriel me presentou com o livro De moto pela América do Sul – Diário de Viagem, escrito por Che Guevara, a respeito de uma viagem que o Che e seu amigo Alberto Granado fizeram desde a Argentina até a Venezuela, em 1952. Esse livro gerou o filme Diários de Motocicleta.
O livro me foi entregue pelo Dia dos Pais de 2005, e a dedicatória me emocionou muito. Segue a mesma,como uma retribuição à homenagem à maravilha que segue:

Mi Papá!

O Che fez tudo aquilo que o Michel Serrés diz que é pra fazer, no texto “Aprendizagem”: partir, sair do lugar em que está; porque a aprendizagem está na errância. De alguma maneira, foi o que D-us disse a Abraão, quando este ainda estava em Ur, na Caldéia. E, de outra maneira, é o legado que me deixa: a importância de partir – para outros lugares, para outros pontos de vista, para novas histórias.
Viajar rumo à própria felicidade, fazer dessa busca o atravessar constante e perene da vida. Ter lá o seu roteiro, sim, mas saber que – não tem jeito – às vezes tem que improvisar.
Assim como o Che, tentar tocar as pessoas; o interesse pelo humano é um dos valores mais caros que tu me passou.
Então, pai, tu é em si mesmo uma viagem: tem toda a poesia do ato, a coragem do errante, a sabedoria e a pedagogia do viajante.
É um privilégio para mim estar em vários capítulos do teu diário.
Feliz dia dos pais. Beijos do Gab.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s