E se


2076805071_e707a2f348_m.jpg 
Durante o ano todo pedimos, no fim do ano também. Pedimos pelo ano novo, pedimos por desejos novos ou repetimos alguns antigos, pedimos novos amigos, novos prazeres e mais pão em nossas mesas.
Durante o ano todo pedimos, no fim do ano também. Pedimos por novas materialidades, juramos que vamos mudar se não tudo, pelo menos uma boa parte, o que significa que reconhecemos nossas pequenas ou grandes idiossincrasias.
Durante o ano todo pedimos, no fm do ano também. Pedimos um novo ano, pedimos novos significados, novos caminhos, novas trilhas, novos amores, novas festividades, novas carnações. Pedimos mais bebidas e menos obrigações, pedimos mais tranqüilidade e menos atribulações. Pedimos para que aquela pessoa insuportável viaje para bem longe e fique muito afastada.
Durante o ano todo pedimos, no fim do ano também. O novo ano está ali, nos esperando, uma passagem no tempo de cada um de nós, uma fímbria de luz, um espaço a ser conquistado, renovado, matutado, organizado e essencialmente buscado.
E se tentássemos tratar o ano como gostaríamos de tratar a nós mesmos, ou ao grande amor de nossa vida? E se fossemos um pouco Frida Kahlo, um pouco Joan Baez, um pouco Paulo Freire? E se buscássemos o Picasso que há em nós, o Fito Paez, talvez um pouco de Adeste Fidelis? E se tivessemos presente em nós o muito de criança que matamos sistematicamente ao longo das nossas vidas? E se, simplesmente nos desimportássemos um pouco, um pouquinho só com as obrigações que tanto nos sufocam e tanto nos aprisionam durante todos os dias, nos transformando em uma linha de montagem fordiana?
E se tivéssemos um mínimo de Chaplin, de Cirque du Soleil em nossos corações? E se saltássemos, pelo menos uma vez, sem a rede que nos dá a certeza e, portanto, o monocórdio? E se fossemos um toque de jazz, um samba, um mínimo de Fernanda Montenegro?
Ai, como pediríamos menos, se, pelo menos por nós, fizessemos o que deveríamos fazer? Tivessemos um pouco de graça, de carinho e de afeto verdadeiros, daqueles que nos expõe e nos revelam?
Em 2008, vamos descobrir a nós mesmos?

9 comentários sobre “E se

  1. “Barbara”
    Para: “Hilton Besnos”
    Data: Sun, 06 Jan 2008 10:28:04 -0200
    Olá Hilton

    Feliz ano novo pra vc tb!
    Muito legal o seu blog. Indicarei para outras pessoas
    visitarem tb.

    Um abraço,
    Bárbara

  2. “Jaqueline Brum Haupt de Castro”
    Para: “Hilton Besnos”
    Assunto: RE: E SE?
    Data: Sun, 6 Jan 2008 12:42:17 +0000

    Hiltinho, adorei a mensagem. É isso aí, que em 2008 possamos não só desejar mas fazer e ser o que queremos e o que merecemos. Abraço carinhoso para ti e tua família.

  3. rosa epsztein
    Para: hiltonbesnos
    Assunto: E SE
    Data: Fri, 4 Jan 2008 12:54:19 +0000

    Bom dia querido Hilton e família:
    Linda mensagem e tão profunda, adorei do começo ao fim.
    Esta mensagem foi muito bem escrita.
    Mais uma vez desejo que todos os teus sonhos se realizem juntamente com tua família.
    Tens uma família muito bonita, conserve-a sempre.
    Família é a maior dádiva de DEUS.
    FELIZ 2008.
    Beijos
    Rosa

  4. “maria tamar albuquerque”
    Para: “Hilton Besnos”
    Assunto: RE: E SE?
    Data: Wed, 2 Jan 2008 13:36:53 +0000

    E se tentásse-mos ser responsáveis pela nossas vidas, desacreditando no destino e entendendo que D’us só abriu o mar porque o Povo se pôs a caminho? Bem, teríamos a tão sonhada paz, alcançaríamos a sabedoria e resgataríamos o paraiso… Nem preciso dizer que adorei o texto, preciso?
    bjs

    Tamar

  5. “Getulio Fagundes”
    Assunto: RE: E SE
    Data: Tue, 1 Jan 2008 21:59:25 +0000

    Grande, brilhante Hilton. Pois o tema que tu chamas à reflexão imediatamente me trouxe a lembrança um dos livros que li do John Powel, escritor americano, e recomendo a leitura:”Por Que Tenho Medo de lhe Dizer Quem Sou?

    Caro Hilton, te desejo um Feliz 2008, e que continues sendo a pessoa autêntica e inteligente que tanto eu admiro.Getulio

  6. Wed, 2 Jan 2008 01:32:24 -0200
    Assunto: Re:E SE?
    De: “adrifeijo”

    Que belo, belo!!!

    Bjão e um maravilhoso 2008, cheio de descobertas internas!

    Adri

  7. Wed, 2 Jan 2008 23:09:07 -0200 (BRST)
    Assunto: Re: E SE?
    De: “Profa. Marcia Oliveira”

    Hilton! Realmente se assim fosse todos nós estaríamos num mundo
    melhor!!! Obrigada pela mensagem e feliz ano novo. Bjs Márcia

  8. Muito bem colocado!
    Wed, 2 Jan 2008 13:37:40 -0200
    Assunto: Re:E SE?
    De: “joseksb”

    Vamos dormir no dia 31, achando que no outro dia o difícil relacionamento que estamos tendo ou o ‘STRESS’ que estamos tendo no Trabalho será resolvido por obra de algum Duende.
    Até verificarmos que no dia 2, ou 3 ou 4, tudo permanece como já estava. E o novo ano entra meio arranhado. Igual um carro Zero, que ao chegar em casa, dá uma arranhada no portão da garagem…
    E por falar em Joan Baez: “Gracias a la Vida…(etc)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s