Olimpíadas China 2008


Atletismo

18/08 – 12:28hs

“Nunca mais volto à China”, afirma Fabiana Murer

Vara especial para salto de 4,55 m some e brasileira não consegue ir além na competição; protesto do COB é negado 

Mauricio Teixeira e Nara Alves, especial para o iG

·                          COI rejeita pedido do Brasil e confirma recorde de Isinbayeva

·                          Isinbayeva quebra recorde mundial e leva o ouro

·                          Após confusão com vara, Fabiana é eliminada dos Jogos


PEQUIM (China) – O atletismo na Olimpíada de Atenas em 2004 ficou marcado para o Brasil por um maluco padre irlandês que invadiu a Maratona e tirou Vanderlei Cordeiro de Lima da pista e da concentração quando liderava a prova. Quatro anos depois, mais um episódio desastrado vitima um atleta do País. Fabiana Murer não encontrou as suas varas, a especial para saltar 4,55 e 4,65 metros. Nervosa e desconcentrada, teve que saltar com um equipamento não apropriado e não conseguiu seguir adiante na prova em que tinha a terceira melhor marca do mundo em 2008.

                                             

 

Perdeu-se a vara que Fabiana Murer iria saltar, e somente após a atleta brasileira não conseguir realizar seu salto e ter sido desclassificada, a mesma foi encontrada em um depósito onde estavam equipamentos de atletas que não haviam conseguido marca mínima para a prova. O COB reclamou, mas tudo foi em vão.

 

Ouvi de algumas pessoas com as quais tenho um convívio profissional, que Fabiana Murer era excessivamente emocional, que deveria ter outra vara reserva, etc. e tal; só faltou chamarem a atleta de desequilibrada, mas isso ficou (e bem!) subentendido. Agora, imagine que você (é, você!) treine durante anos, sacrifica sua vida pessoal, deixe de sair, perca o convívio com seus familiares na busca de um objetivo (que inclusive é o de representar seu país) e que naquele instante de tensão absurda o equipamento que você irá usar simplesmente desapareceu, sumiu, escafedeu-se, ninguém acha e que não há notícias dele! Que é inevitável o prejuízo que você sofrerá.

 

No filme “O náufrago”, dirigido por Robert Zemeckis, o personagem de Tom Hanks, na tentativa desesperada de fugir da ilha onde ficou preso durante anos acaba perdendo, na tentativa, um boneco que havia feito com uma bola de basquete, e que representava uma figura humana (a única com a qual o personagem “conversava” e lhe tirava da solidão). O desespero é total, e o personagem chega a se jogar no mar sem se preocupar com os riscos que corria para poder “salvar” a única ligação simbólica que dispunha com a sua própria humanidade. Aquele objeto tornou-se algo absolutamente necessário para o personagem principal do filme. Uma situação de transferência anímica. Creio que com Fabiana Murer não foi diferente. Havia entre ela e sua vara de salto uma ligação simbólica, que ultrapassava sua própria função. O desespero foi, portanto, total, uma impossibilidade real, uma tragédia.

 

Para outros, contudo, nada ocorreu, senão um ataque de estrelismo da atleta brasileira. Só os mais rasos pensam assim, pois não conseguem contemplar as complexidades do ser humano, assim como novamente tais pessoas não conseguem se colocar no lugar do outro, não tem a capacidade de enxergar além do seu próprio umbigo.

 

Perde-se uma vara de salto e elimina-se uma atleta, e tudo fica como dantes no reino de Abrantes; só que um Abrantes chinês. Lig-lig-lig-lé. Se fosse no Brasil, a culpa seria do COB, do PT, do Lula, da organização do evento e a mídia trombetearia querendo cabeças; de repente quem sabe até uma CPI poderia ser instalada (seria conhecida provavelmente como a CPI da vara, dado o bom humor nativo) o que renderia muito dinheiro para os mesmos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s