AU – Cultura digital (2013)


Na língua inglesa, o termo “Cultura Digital” costuma ser substituído por “Sociedade da Informação” (“Information Society”), que, aparentemente, tem um significado mais claro, apontando para este mundo crivado de informações e por elas constante modelado, remodelado, formado e deformado. Mas vale a pena buscar o significado de “Cultura Digital”, um termo mais viscoso do que aparenta ser. Neste sentido, pode-se tomar uma definição de “Cultura” e uma definição de “Digital”, analisá-las em justaposição e extrair um significado —que, é claro, variará de acordo com as definições de “Cultura” e de “Digital” escolhidas e com as diferentes maneiras de conduzir análises.

“Cultura” pode ser definida como aquilo “que é copiado, transformado e, então, enraizado. Ou melhor, todo o processo é, ele próprio, a cultura”, segundo o antropólogo japonês Michitaro Tada.  “Digital” pode ser definido como um código, “em sua maioria do tipo ‘1-0’(…) —ou deixam passar (‘1’) correntes de elétrons ou as interrompem (‘0’) (…) O pensamento que se expressa e que produz imagens por meio dos códigos digitais é uma caricatura do pensamento”, segundo o escritor Vilém Flusser. A justaposição destas duas definições permite várias análises, mas uma definição rudimentar de “Cultura Digital” insinua-se de imediato: é a caricatura do pensamento que é copiada, transformada e enraizada; é o processo que visa simular o pensamento. Por enquanto, a “Cultura Digital” se realiza através da relação física entre o Homem e os diversos aparelhos construídos por ele. Não por acaso, esta relação física se dá principalmente entre a pontas dos dedos de suas mãos (de onde se tiram as impressões digitais), e as variadas superfícies (e não as interioridades, profundidades, o que está dentro) destes aparelhos.

Diante desta definição e destas considerações rudimentares, é possível perguntar-se, afinal: qual a importância da “Cultura Digital”? Uma delas, a mais óbvia, é que a “Cultura Digital” intensifica  e generaliza um gesto, um comportamento, um movimento corporal: o uso das pontas dos dedos. Considerando-se que as pontas dos dedos são usadas, cada vez mais, para produzir simulações do pensamento humano em aparelhos diversos, tem-se aí uma importância difícil de subestimar. Na “Cultura Digital” trata-se de espalhar impressões digitais nas superfícies dos aparelhos, o que significa que estas impressões digitais são impressões de pensamentos que se espalham. No contexto da “Cultura Digital”, o mundo é visto como uma enorme superfície cheia de marcas de dedos que, na realidade, são transferências de pensamentos. Não é possível ignorar tal mundo produzido pela “Cultura Digital”.

São, por enquanto, caricaturas de pensamentos que vão se disseminando, ou seja, pensamentos mais ou menos imperfeitos. No entanto, a repetição dos gestos da “Cultura Digital” tendem a se tornar mais precisos ao longo do tempo e é possível supor que não está longe o momento em que estes gestos produzirão simulações perfeitas dos pensamentos, quando a marca do dedo será perfeita e claramente lida como um pensamento. Esta “Cultura”, a “Digital”, vem sendo  copiada, transformada e enraizada há muito e, para além dos sérios debates e embates relacionados ao controle da “Cultura Digital”, seja pelos poderes públicos instituídos ou pelos próprios produtores de aparelhos, o que parece importante é que as políticas públicas mais generosas e abertas tenham um olhar para esta Cultura. Isto significa que é importante que as políticas públicas consigam ver as marcas dos dedos espalhadas pela superfície do mundo, reconhecer que elas são pensamentos que proliferam e, acima de tudo, dimensionar-se de tal forma que não configurem instrumentos de controle do pensamento.

Akira Umeda, 2013.

Escrito por Akira Umeda

maio 22, 2013 em 1:32 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s