Photo Besnos

Vô Benjamin et eu

Deus, na sua infinita bondade, me deu dois pais e duas mães. Já os levou, mas essa foto é uma das que mais lembram minha bela infância, nesta foto de uma rua Santana que não existe mais, em Porto Alegre. Onde existia uma oficina, que era do meu padrinho, hoje existe um prédio. As cidades mudam, nós também não permanecemos os mesmos. Que bom termos nossa memória e nossas lembranças…

Meu padrinho Benjamim Irmann era uma pessoa excepcional e eu só tenho essa foto aqui porque o Miguel escaneou para mim e colocou no seu Facebook. É uma lembrança inestimável, e quando, hoje, já às vésperas de completar sessenta anos, (re)vejo meu dindo, me lembro claramente de tudo que ele me ensinou a respeito de caráter, de honestidade e de viver uma vida conforme o que se tem, e não conforme o que possamos fantasiar.

Peço a Deus que, na Sua Infinita Sabedoria conceda que, quando da Sua Vontade, possa abraçar meu querido  Benhumen  e ficar como estou nessa foto, em paz comigo, com uma sensação de segurança e amor que somente o seu braço forte poderia transmitir.

2012

Uma fantasia à La Renaissence, uma brincadeira de teatro, em Porto Alegre, final do ano da graça de 2012

 

Obrigado, mil vezes, meu querido Miguel.

2

 

Excepcionais dias entre 16 de novembro e 5 de dezembro  em Porto Alegre.

 

Na Feira do Livro, 2013, em Porto Alegre, uma foto sensível da Adri.

Na foto, com o querido e digno Olívio Dutra e sua mulher Judite, na Feira do Livro, novembro de 2013, Porto Alegre, RS.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s